O Príncipe dos Canalhas

Por Jaci Pandora, do Recife

O Príncipe dos Canalhas foi o primeiro romance da Loretta Chase que li e também foi uma das melhores surpresas do multiverso! Loretta é uma autora divertida, vibrante, capaz de construir situações impagáveis, heróis improváveis e heroínas imprevisíveis e sem precedentes. Se você está procurando um romance para devorar rapidamente e morrer de ri e ser feliz enquanto ler esse livro é com certeza um prato cheio.

Nele encontramos a história de Sebastian Ballister, o Marquês de Dain, e Jessica, duas pessoas de personalidade forte, grande inteligência e capacidade de colocar fogo em qualquer situação e, diametralmente, situados em lugares opostos da escala nobiliárquica. Sebastian é um homem riquíssimo, muito bem sucedido nos negócios com uma forte tendência ao drama e uma beleza um tanto fora do padrão. Já Jessica é uma mulher belíssima, de inteligência aguçada, órfã de pais, pertencente a uma família com muitos herdeiros para quem pouco sobrou prestes a abrir mão do prestigio social de pertencer a nobreza, ainda que baixa, para se tornar uma legitima mulher burguesa administrando seu próprio negocio.


Os dois se encontram graças as trapalhadas do irmão perdulário e de inteligência limitada da Jessica, o engraçado e cativante Bertie, logo surge uma atração entre os dois a qual eles respondem com aquela dose de “pegação” e também de conflitos. O marquês de Dain é um tanto dramático sabe, possui uma história família marcada por falta de amor e isolamento, e não sabe lidar muito bem com situações emocionalmente conflitantes e a Jessica é uma mulher de fibra e fúria.

Os dois protagonizam cenas impagáveis, só de escrever sobre eles eu me pego rindo sozinha! A ação do romance pode ser dividida em duas partes, a primeira antes do casamento dos protagonistas e a segunda depois do casamento sendo tanto o namoro quanto às núpcias situações recheadas de ação e romance e uma delícia de serem lidos.

Não existe um caminho através do qual eu não indique esse O príncipe dos Canalhas a qualquer pessoa apaixonada por boas histórias com muito romance e gargalhadas.


Antes que eu me esqueça, ainda dentro desse universo onde circula Dain e Jessica, Loreta ainda escreveu O Último dos Canalhas (que já resenhamos aqui), contando a história do amigo canastrão e sem noção de Dain, Vere Mallory, duque de Ainswood. Para mim, apesar de poderem ser lidos separadamente, os dois livros se completam formando uma duologia linda de se ter na estante do tipo que a gente reler para matar as saudades dos personagens.

Tecnologia do Blogger.