Projeto Victor Hugo 2015

O ano de 2015 tem sido de boas surpresas literárias, e isso faz os passeios às livrarias tornarem-se mais frequentes. Em uma dessas nossas idas, eu e minha amiga Jaci Pandora começamos a conversar sobre os livros contemporâneos e sobre a minha preferencia a livros mais curtos. Papo vai, papo vem, tocamos no assunto sobre os clássicos da literatura universal super conhecidos, e que não poderíamos passar pela vida sem ter lido... pois bem, eis que surgiu uma ideia, propusemos um ao outro um desafio: ler ao menos um clássico volumoso durante 2015. Isso mesmo, tinha que ser volumoso. bem, para iniciar, ficamos em dúvida sobre Crime e Castigo, de Dostoiévski ou Os Miseráveis, de Victor Hugo....

A pequena Cosette 
Oi gente, aqui (em vermelho) é a Jaci Pandora, do blog Uma Pandora e Sua Caixa! Complementando o que o Alê falou, não é que a gente ache que no presente nada que preste ou seja maravilhoso esteja sendo incrível, mas puxa, o passado também tem seus tesouros, e se um livro entrou para o cânone alguma coisa de muito incrível ele deve ter... Acho que foram reflexões desse tipo que despertaram em nós dois o interesse por desvendar o passado. Sem contar claro, um senso de aventura leitora e de experimentar nossos limites.

E pelos mistérios do destino, escolhemos "Os Miseráveis", obra magnifica e que levou nada menos que 40 anos para ser concluída (!!!) e assim iniciamos juntos a leitura já faz mais de um mês. Pensamos mais um pouco... porque não dar nome a essa empreitada? Decidimos então chamar de #ProjetoVictorHugo2015  e falar abertamente sobre ele.

Decidimos falar, até porque não dá para ficarmos quietos, Victor Hugo é genial, sua escrita tem sido muito mais envolvente do que o Alexandre e eu imaginávamos que ele seria. Apesar de ter sido escrito no século XIX, "Os Miseráveis" trata de temas muito atuais, as injustiças sociais, os preconceitos, a força regeneradora que uma atitude de solidariedade pode vim a ter na vida de algumas pessoas aparentemente degeneradas. Todos os dias me pergunto se existe um caminho através do qual eu não consiga amar esse livrão!

Pois é Jaci, e desta forma iniciamos essa saga. E você querido e querida leitora, 
quer participar também de nosso projeto? Então vamos lá, entre no nosso time!

Eis uma breve bio do Hugo, extraída do Skoob:
Poeta, dramaturgo e romancista, Victor Hugo é um dos mais importantes escritores franceses do período romântico. Terceiro filho de um major que, mais tarde, se tornaria um general do exército napoleônico, Victor Hugo passou a sua infância entre Paris, Nápoles e Madrid, consoante as viagens do pai. 

Em 1921, ano do seu casamento com uma amiga de infância, Adèle Foucher, publicou o seu primeiro livro de poemas, Odes et poésies diverses, com o qual ganhou uma pensão, concedida por Louis XVIII. Um ano mais tarde publicaria o seu primeiro romance, Han s’Islande.

Os seus livros mais conhecidos são Notre-Dame de Paris (1831), e Os Miseráveis (1862). 

No final da sua vida, Victor Hugo foi político, deixando notáveis ensaios nesta área. Morreu em Paris, em 1885.
Victor Hugo tem várias obras clássicas editadas em português, elenquei alguns dos mais conhecidos, escolha uma (ou várias) e mãos a obra!

Os Miseráveis;
A Notre-Dame de Paris (ou O Corcunda de Notre-Dame);
Os Trabalhadores do Mar;
O Homem que Ri;
O Último Dia de um Condenado.


Esses são meus livros do Victor Hugo. 
A proposta não é que você pare de ler todos aqueles maravilhosos livros que você já está lendo ou pretende ler, e focar só em Os Miseráveis, muito pelo contrário, decidimos fazer uma leitura lenta, degustando a narrativa, e claro, intercalando com outros livros que por acaso deseje ler. Registrei meu primeiro histórico de leitura da obra no Skoob em 13 de abril, ou seja, fazem dois meses, e estou me deliciando com a obra paralelo a outros livros. (gente, é muito boa a leitura!) A edição que estamos lendo é da Cosac, e tem 1432 páginas, fiz inclusive um vídeo unboxing quando recebi.




Pois é, Alê, assim como Victor Hugo não teve pressa em escrever o livro, sendo por isso bastante detalhista em sua narrativa, nós também estamos sendo leitores conscienciosos nessa aventura, sem cobranças ou correrias. É muito bom ler assim e, honestamente, recomendo a todos prática, esse jeito slow de ler.

SE você não tem Os Miseráveis, não tem problema, é só uma sugestão. Pode ler outro do autor. E então, escolheu um livro? Ou já está lendo algum desses? Posta no teu Intagram uma foto do teu livro com a hashtag #ProjetoVictorHugo2015 , mas se você já leu, então conta aqui pra gente sua experiência com esses clássico, e se quiser participar dessa jornada com a gente, é só começar. Antes de mais nada, eu ainda não assisti ao filme, inclusive já está disponível no Netflix, mas vou deixar para vê-lo depois de ler, e com certeza falarei dele por aqui, além claro que vez ou outra estaremos postando algo sobre o Hugo e os seus livros por aqui!  ;)

Eis o selo do projeto: 

Aproveita e nos adiciona no Instagran, o meu endereço lá é @pandoraelf e o do Alê é @doqueeuleio

Cheiros!


Abraço forte!
Tecnologia do Blogger.