O Bonsai de Alejandro Zambra


Bonsai é o primeiro livro do chileno Alejandro Zambra, e o segundo que eu li do autor. Adorei A Vida Privada das Árvores, e confesso que esperei do mesmo em Bonsai... contudo...
O livro começa surpreendendo, pois de antemão o autor já deixa claro: "No final ela morre e ele fica sozinho" Não, não é spoiler, Zambra faz exatamente isso, tece a partir dessa afirmativa toda a obra, e adiciona na trama personagens tão interessantes quanto os protagonistas. O que mais surpreende nas obras de Zambra não é a história em si, mas a construção delas. O autor escreve muito bem, seus livros são curtos, e de poucas explicações, as coisas simplesmente acontecem, e imaginamos o resto com uma força de apreensão tremendas. Em Bonsai vemos os encontros de Julio e Emília, dois jovens amantes que em meio a leituras filosóficas e românticas, nos levam a formas bastante inusitadas e extravagantes de amor.

Apesar de ter narrativa perfeita, tal como A Vida Privada das Árvores, eu achei a historia de Bonsai um pouco morna, com picos e declives, além de algumas palavras chulas totalmente desnecessárias à beleza do texto. Mesmo assim, o chileno conseguiu me prender até a última página e já me preparo para leitura de Formas de Voltar para Casa, terceiro livro dele publicado no Brasil.

Bonsai ganhou em 2006 o Prêmio da Crítica e o Prêmio do Conselho Nacional do Livro como melhor romance no Chile, no Brasil, é publicado em belíssima edição da Cosac Naify. Eu mais uma vez, preferi o ebook para fazer a leitura. [atualizado] Comprei a edição em livro físico, e achei super interessante, inclusive o picote das páginas, propondo que o livro seja "podado" para ficar pequeno, tal como um bonsai verdadeiro. O livro de forma alugam é ruim, pelo contrário, é bom, mas não chega a ser maravilhoso... indico a leitura por ser rápida e envolvente, mas não espere tanto da história em si... Zambra gosta que terminemos as histórias dele

Até a próxima!

Alexandre Melo
@_alexandremelo

Tecnologia do Blogger.