Marjane Satrapi e sua biografia animada: Conheça o longa Persépolis

Por Alexandre Melo, do Recife


Não faz muito tempo, uma amiga minha havia utilizado em seu perfil do Facebook, uma imagem de uma pequena de olhos grandes e rosto redondo... era Marjane, protagonista da obra Persépolis, originalmente uma Graphic Novel.. Fiquei extremamente curioso quando descobri que se tratava de uma animação e resolvi assistir... Surpresa! A história que tenho para compartilhar hoje com vocês é justamente sobre esse belíssimo filme de 2007, que trata-se de uma adaptação francesa para o cinema das historias em quadrinhos auto-biográficas de Marjane Satrapi, iraniana que viveu a Revolução Islamica em seu país no final da década de 1970. Não é mais um clichê, o filme é realmente emocionante e vale a pena conferir. 



A melancólica Marjane inicia o filme em um aeroporto, já adulta, narrando sua vida por meio de flashbacks, lembrando de quando tinha 9 anos, testemunhando a revolução, a intolerância dos fundamentalistas, o seu relacionamento com seus pais comunistas, o percurso que a fez deixar o seu país, sua adolescência, sua paixão por Bruce Lee, pelos Bee Gees e pelo Iron Maiden, seu envolvimento com as drogas, e seus relacionamentos amorosos fracassados.




Mesmo a este turbilhão de emoções, Marjane comove o público por não esquecer as suas origens, sua terra natal e pela sua luta pela liberdade feminina, (inconformada, por exemplo, com o uso obrigatório do véu islâmico.) Mesmo sendo a animação quase toda em preto-e-branco, mas não por isso deixa de ser encantadora, além de um ótimo enredo, a simplicidade do traço e a leveza dos movimentos encantam o espectador que facilmente se apaixona por Marjane e adentra no mundo da garota que sonhava ser profetisa. 



Não apenas recomendamos o filme, mas retifico que vale muito a pena ter na estante. Como falei, a obra é baseada em uma Graphic Novel igualmente fantástica, editada no Brasil pela Cia dos Quadrinhos. Marjane Satrapi assina os singulares desenhos. Falamos dela nesse post aqui.



Este post foi publicado em 2012



Tecnologia do Blogger.